[TRIBUTO] DRÁCULA DE BRAM STOKER

segunda-feira, 26 de maio de 2014



No último dia 26 de maio de 2014, um dos livros mais
conhecidos do mundo completa 114 anos. "Drácula", 
escrito por Bram Stoker se tornou um marco na 
literatura de terror de todos os tempos. 

A figura do vampiro está na literatura desde o início do século 19 quando John Polidori lançou seu seminal conto "The Vampyre" (ver resenha do conto clicando aqui) em 1817. Após esse conto, muitas foram as imagens que essa figura mitológica passou a ter (como uma planta sugadora de sangue, descrita por H. G. Wells - conto resenhado no blog; para ver, clique aqui), e muitos foram os personagens que passaram por essa história. 

Mas a partir do dia 26 de maio de 1897, a lenda tomou uma forma definitiva quando Abraham "Bram" Stoker nos apresentou a lenda do conde Drácula e sua obceção por Mina Murray, noiva de Jonathan Harker e a figura do dr. Van Helsing, o caçador de vampiros. Quando foi publicado pela primeira vez, o livro não chegou a ser um bestseller imediato, embora as criticas lhe fossem bastante favoráveis. O contemporâneo jornal Daily Mail classificou Stoker superior a Mary Shelley e Edgar Allan Poe, bem como Wuthering Heights de Emily Brontë.

Uma das muitas capas desse clássico.

O romance tornou-se mais significativa para os leitores modernos do que foi para os leitores contemporâneos vitorianos, atingindo o seu grande status lendário clássico apenas no século 20 quando as versões cinematográficas apareceram. 

Embora o personagem Drácula tenha sido levado às telonas por diversas vezes anteriormente, como o de 1931, um dos mais aclamados pela crítica, dirigido por Tod Browning e estrelado por Bela Lugosi, a brilhante adaptação para do livro para o cinema ocorreu em 1992 sob a edição de Francis Ford Coppola, e contou com nomes como Garry Oldman, Winona Ryder, Anthony Hopkins e Keanu Reeves

A esquerda Bela Lugosi (1931) e a direita Garry Oldman (1992)

De lá para cá, a figura do vampiro foi sendo recriada e recontada por muitos outros autores, como os escritos por Anne Rice, André Vianco, dentre outros, mas em geral sob as características-chave que fazem parte do personagem criado por Stoker. 

Assim, o Loucamente Louca Mente não poderia deixar passar em branco essa tão importante data para a literatura de terror. Fica aqui nossa pequena homenagem.



2 comentários:

Raquel Moritz disse...

Aaaaah, grande Bram Stoker. As histórias dele são as mais cabreiras <3 Adoro Drácula, a visão do vampiro recluso que me assustou quando mais nova.

É ótimo ver tudo que ele inspirou, sabe. Tem um livro de contos de vampiros MUITO BOM que tem alguns contos excelentes sobre o tema. Inclusive o excluído da obra do Stoker.

Bjs,

Raquel
www.pipocamusical.com.br

Fabricio Machado disse...

Oi Raquel! Sim, Bram Stoker é considerado um marco, ele mudou e consolidou a visão sobre essa lenda (eu encontrei esses dias uma série de contos chamada "Vampiros antes de Drácula" e, para alguns, o vampiro era bem diferente da imagem que temos hoje - como a orquídea sugadora de sangue criada por H.G. Wells). Não poderia passar em branco o aniversário de 114 anos dessa grandiosa obra =D

Beijos

Fabricio

 
Loucamente Louca Mente © 2014 | Designer - Thiago Fernandes - JF Desing