[QUEM CONTA UM PONTO...] O CÉU DE LILLY (Fábio M. Barreto)

terça-feira, 13 de maio de 2014

Em sua primeira experiência em publicações no Amazon, 
Fábio M. Barreto revisita conceitos aplicados em alguns
dos maiores clássicos da ficção científica.

Saudações, amigos! Essa semana eu adquiri o sensacional conto "O Céu de Lilly", escrito por ninguém menos que Fábio M. Barreto (Filhos do Fim do Mundo), um dos mais atuantes escritores de Ficção Científica no Brasil. Diferente de seu primeiro romance, Barreto traz ao leitor a nostálgica sensação de reconhecer em suas palavras alguns dos fatores que fizeram grandes dentre o gênero nomes como H.P. Lovecraft e H. G. Wells, mas sem abandonar sua própria identidade narrativa marcada em Filhos do Fim do Mundo. 

"O Céu de Lilly" narra não apenas a trajetória da jovem Lilly, mas sim a de toda a raça humana e sua derrocada frente algo misterioso que os proibia de olhar para o céu. Um inimigo desconhecido, incerto e que, em alguns momentos te faz questionar sua real existência; as supostas vítimas apenas desaparecem, e o único sinal que faz com que se saibam de sua existência são alguns sons agudos. Na maioria das páginas, o leitor se mantém em profunda apreensão, sem saber quando esses inimigos atacariam, ou de que forma, e isso nos remete ao clima lovecraftiano e seu terror psicológico. 

E as estrelas não puderam mais ser admiradas... 

Após algumas páginas, o leitor é enfim levado a descobrir como tudo realmente ocorre, trazendo agora um pouco da clássica ficção científica do final do século 19, principalmente em sua parte final que, embora não relatado, acaba por mostrar uma solução para uma possível virada de situação, tão casual quanto o ocorrido no clássico "Guerra dos Mundos" de H. G. Wells. 

Por fim, "O Céu de Lilly" é uma história rápida, bastante acessível e divertida, que vale cada centavo gasto. 

Para todos os que desejem adquirir esse conto, segue o link do Amazon: Link

Grande abraço a todos, e não esqueçam de compartilhar/comentar!!!

3 comentários:

Raquel Moritz disse...

Bom, sou fã do Barreto e conferi o conto dele no mesmo dia que foi publicado. E fiquei feliz de ver que ele mantém o mesmo estilo de escrita, e sabe transpôr pro papel referências legais, coesas, e contar uma história excelente e original ainda assim. :)

Adorei o conto e é legal ver que vc falou dele aqui tbm.

Bjs

Raquel Moritz
www.pipocamusical.com.br

Fabricio Machado disse...

Eu soube que ele tinha sido lançado também no dia e já comprei em seguida. Eu lembro que estava quase dormindo e fui dar uma olhadela no facebook quando ele falou do conto em uma postagem e eu tinha que ler em seguida. Não bastando apenas em ler eu mandei uma mensagem enorme pra ele dizendo o que eu tinha achado do conto, e na outra manha ele me respondeu algo do tipo" sim, é isso mesmo!" haha

Beijos e até a próxima

Fabricio

sos hollywood disse...

:p

 
Loucamente Louca Mente © 2014 | Designer - Thiago Fernandes - JF Desing